4 coisas que me ajudaram na vida ao ter um blog

Bobo é quem pensa que ser blogueiro [raiz] é somente sentar na cadeira, escrever qualquer coisa, clicar em “publicar” e pronto: o sucesso vai bater…

by 

Bobo é quem pensa que ser blogueiro [raiz] é somente sentar na cadeira, escrever qualquer coisa, clicar em “publicar” e pronto: o sucesso vai bater na porta, você vai ter milhares de acessos, vai ficar famoso e ryco. Seria ótimo se a coisa funcionasse assim! 😍

A verdade é que ser um blogueiro [raiz] requer muito esforço, criatividade, disposição e verdade. Coragem e foco também são importantes, pois, muitas vezes você se frustrará com a pequena quantidade de acesso, poucas pessoas interessadas no que você faz e por aí vai. Nem tudo é likes, views, comentários e “se inscreve aí no meu canal”, sabe?

O Não me Venha Com Desculpas está caminhando pra 10 anos e já rolou tanta por aqui. Só de layout eu perdi a conta de quantas vezes mudei. Servidor, domínio… Nossa, já migrei pro gratuito, depois pago, gratuito novamente, pago… É um troca-troca sem fim! Porém, aprendi coisas demais. Abaixo eu listei algumas entre as mais importantes.

 

1 – CODIFICAÇÃO HTML

Quem começou a mexer com blog nos anos 2000 pegou a época em que nem tudo vinha pronto/mastigado. Você tinha que colocar a mão na massa pra desenvolvolver o layout que queria ou, pelo menos, fazer as modificações desejadas. 🙁

Das duas, uma: ou você pagava alguém ou se virava pra mexer com os códigos HTML. Eu optei pela segunda parte e até hoje me dou bem com as codificações, cPanel e afins. Isso foi tão útil que me serve não só pras coisas pessoais, mas pra mexer nos painéis administrativos dos sites que uso no trabalho.

2 – CONTATOS

A coisa mais fácil de ser fazer na blogosfera é amizade. Esse lance pode evoluir pra contatos profissionais e até mesmo futuras parcerias. No meu caso, as pessoas que se tornaram amigas virtuais, hoje posso chamá-las de leitoras (tanto do blog quanto das histórias que escrevo e disponibilizo na Amazon).

3 – AMIZADES

As amizades surgem e são de forma natural. Entre um comentário em posts aqui e ali, um tweet e RT aculá… Ter um blog me ajudou a encontrar gente maravilhosa em todo canto do mundo; pessoas que estão a um clique de mim e dispostas a me ouvirem a qualquer momento. E o melhor: elas estão por toda parte. Na minha cidade, em outros estados e até mesmo outros países.

4 – EMPREGO

O meu primeiro trabalho foi como redator em um site de notícias daqui de Araguaína. Eu tinha apenas 17 anos e havia acabado de terminar o ensino médio. O que usei como referência na hora da entrevista? Todos os anos em que me dediquei ao meu blog!

Na cara e na coragem, falei pra minha futura chefe, na época, que eu escrevia em um blog e ela foi ler os posts… Ao perceber que eu manjava bem de português, escrita e afins, fechamos um contrato de 3 meses de experiência, que resultou em mais de 2 anos de trabalho e muitos contatos adquiridos. Aprendi demais naquela redação do Portal O Norte. Só tenho agradecer a Dágila Sabóia por tudo o que aprendi na equipe do site. 💖

Enfim… Eu só tenho a agradecer pela blogosfera por muita coisa que conquistei no campo pessoal e profissional. Se hoje estou onde estou, devo demais ao meu blog e aos meus pais ao me darem o meu primeiro computador.

Este post faz parte de uma blogagem coletiva. Confira as outras postagens em:

Pandinando  /  Sweet Luly  / Algumas observaçõesConfabulando / Justo Eu!  / Camila por Aí / Profano Feminino /  Inventando assunto /  Like Paradise  / Tô Pronta!

9 comments

  1. Migo do céu!
    Você conseguiu um trabalho por causa do seu blog! :oooo chocadíssima.
    A verdade é que ser blogueiro ajuda muito em diferentes aspectos da nossa vida ♥ Cada experiencia é única e a gente vive histórias que só quem é blogueiro entende.
    Adorei o post!

    Beeeijos :*

  2. ahhhh como eu queria que ser blogueiro fosse sentar na cadeira, escrever e esperar a fama vir kkkkkk quem me dera, mas devo confessar que se fosse assim não teria graça nenhuma. A parte mais legal de ser blogueiro é todo esse conhecimento que nos proporciona… a gente aprende muito, conhece pessoas incríveis, tem experiências maravilhosas…

    quem nunca fez uma cagada com o html do blog?

    e olha só, cá estou eu descobrindo mais coisas sobre vc, eu nem sabia que você foi redator (já abri o site pra procurar seus textos rsrsrs), você tem muito talento, me inspiro demais em você 💖💖💖

    beijões
    Carol Justo | Pink is not Rose

  3. Nossa, sim! O blog me ensinou tantas coisas e por causa dele é que eu consegui estágios durante a faculdade e emprego pós faculdade também. Comecei a me interessar por HTML nos anos 2000 por conta do blog mesmo, porque não tinha dinheiro pra pagar layouts novos, então pegava tutorial pra fazer. E naquela época os tutoriais não eram em vídeo né? Era tudo escrito, com print, então não mostrava a pessoa fazendo igual hoje em dia é mais fácil a gente achar e aprender no YouTube, por exemplo. Simmm, os contatos e amizades que a gente cria nessa blogosfera é incrível! Pelos comentários dos posts a gente vai se identificando com um, fazendo já amizade com outro, juntando as amizades que tem os mesmos interesses em comum, criando uma comunidade de amigos, adoro!!! Que legal isso que aconteceu contigo pra trabalhar em uma redação, imagino o quanto você deve ter se orgulhado de ter criado o blog e pensado “é pra isso que eu to aqui!!!” hahahaha! Pensei o mesmo e, inclusive, por isso que até hoje não desisti do meu blog. Enfim,adorei o post!
    Beijos!

  4. Ter um blog ensina e ajuda em muita coisa, principalmente para quem é das antigas. Meu blog fez 10 anos recentemente e posso dizer que ele já me ensinou várias coisas e ainda ensina, e entre elas foi mexer um pouco no HTML como você citou, assim como fazer amizades e criar parcerias incrível.

    Que legal saber que teu blog te ajudou a conseguir um emprego!

  5. Oiiiiiii! Nossa, acho que eu posso acrescentar muitas coisas aí nessa sua lista! Ter um blog é quase uma filosofia de vida, hahaha… Mas é como você disse. Ser blogueiro (raiz) é muito mais do que likes, views e número de seguidores no canal/perfil. Acho que tem muito mais a ver com carinho e dedicação e com a paixão pela escrita — até porque não adianta ter blog e nem saber falar e escrever direito, né? Uma coisa muito forte (que você incluiu aí na sua lista) é a questão de fazer amizades… Não acho que seja tão “fácil” assim, porque muitas pessoas só querem que você retribua likes e comentários, mas acho que é possível encontrar pessoas queridas e que moram loooonge pra caramba. Assim como nós! E já faz um tempo que nos conhecemos, né? Enfim… Vamos tentar resgatar essa blogosfera boa de anos atrás e puxar mais gente para pegar o bonde com a gente… Hahaha! Beijocas, querido! Um ótimo finde pra você! <3

  6. Adrieeeeel, achei muito massa você ter conseguido um emprego por conta do blog. Eu ainda sou meio tímida pra falar sobre meu blog pras pessoas. Deixo o link na bio das redes sociais e só. Não sei por que, mas sou essa pessoa haha.
    Também precisei usar o front page pra programar um pouco, mas depois fiquei mais preguiçosa e comecei a usar temas bem simples nos blogs. Hoje tenho um tema que comprei. Ainda assim, quando entrei na faculdade, tive uma aula de html e o blog me ajudou nisso.

    Ah, não vou falar de amizade por que né…

    Mas eu queria muito que fosse só sentar e escrever (o que já é difícil) e ai chegassem os mimos de blogueira na minha porta… Ainda assim, meu blog é uma das minhas paixões.

    Adorei o post!

    Beijos <3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *