free hit counter

Pensando em desistir do blog

Sim, eu penso sobre isso vez ou outra. E aqui está um desabafo sincerão!

by 

Quando criei o Não me Venha Com Desculpa (NVCD), em 2011, jamais imaginei que ele teria tantos anos de vida. Sem dúvida alguma, esse é o projeto mais longo da minha vida. Virou parte de quem eu sou, sabe?

Puxando aqui na mente, me lembro do aniversário de 6 meses e do sorteio que fiz. Me recordo também de comemorar o 1º ano, o niver de 5, de 10 e até o de 11 anos, em abril deste ano.

Muitas águas rolaram, muitos posts foram publicados e histórias vividas. Agora, me pergunto: faz sentido eu continuar atualizando um blog, compartilhar parte da minha vida que tanto tento esconder e viver mais no low profile e slow blogging?

Resposta: sim, faz.

Photo by Rashmi Shukla on Unsplash

Por mais que, às vezes, penso em fechar o blog, talvez entrar no Tik Tok, escrever newsletter e afins, ter o meu próprio espaço é algo que curto bastante. Ainda faz sentido tuitar “NOVO POST NO BLOG! ⚡”. E se um dia perder a graça de sentar pra escrever pro NVCD ou pra qualquer outro projeto na internet, creio que estou trabalhando bem pra não me martirizar. Apenas escolher o que fazer e seguir.

Eu tenho seguido muito, sabe? Sempre respeitando as fases, sentimentos, vontades, sonhos… Se um dia o blog deixar de fazer sentido, tenho certeza de que é por conta de já não me representar, assim como os posts de 2012/2013, em que normalizei a timidez, romances platônicos…

Enfim… O post de hoje e só uma reflexão sobre desistir ou não de algo muito importante pra mim. Como já dito, não penso em fechar isso tão cedo — talvez diminuir a cobrança em atualizar semanalmente.

Este post faz parte de uma blogagem coletiva. Confira as outras postagens em:

Pandinando  /  Sweet Luly  / Algumas observações / Confabulando / Justo Eu!  / Camila por Aí / Profano Feminino /  Inventando assunto /  Like Paradise  / Tô Pronta!

6 comments

  1. Olha, eu só posso concordar. Eu sei que a vida é corrida, mas entre as redes sociais e o blog, fico 100% com o blog e com a vida tranquila que ele me traz. 🙂
    Sorte a nossa que você continua com o seu blog!
    Um beijo,

  2. infelizmente esse pensamento de desistir faz parte de mim, mas qnd menos espero eu to lá de novo, atualizando o blog, compartilhando uma reflexão ou outra… e acho que essa é a melhor parte, o blog precisa fazer sentido, como você disse… e no meio de uma vida cheia de coisas que faço por obrigação, eu não preciso de mais um, vou levando o blog como meu hobbie que faço por amor, qnd posso, qnd dá tempo e principalmente quando e porque eu quero!

    beijosss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.