free hit counter

Por que criar um blog em 2022?

Vem ver o que eu e outras bloggers achamos disso!

by 

Antes de eu postar a minha reflexão, vou responder logo de cara a pergunta que faz parte do título do post:

O Facebook/Instagram não é seu, WhatsApp muito menos. Tik Tok? É do pessoal da Asia! Twitter, Youtube, Be Real… Todos esses também são redes particulares, cujo o dono não é você!

O blog não! O seu www é único e exclusivamente seu. Os posts, as fotos, vídeos… Tudo o que estiver ali é de sua propriedade, desde que seja um conteúdo original, claro.

Sobre abandonar o blog

Outro dia postei aqui que andava pensando em desistir do meu blog, após mais de 11 anos de história. Parando pra analisar o que me prendia aqui e não me fazia fechá-lo, concluí que é essa liberdade toda que gosto. De poder atualizar quando eu quiser, e se quiser.

Num bate bate com as miga bloggers, conversamos sobre esse assunto e tivemos altas reflexões, como o processo que alguém tem que fazer para chegar até um blog. É tudo muito orgânico, independente. Um relacionamento leve, saudável e genuíno.

O que me faz blogar

Em meio a tantas redes sociais com a praticidade de posts instantâneos (aconteceu, publicou!), atualizar um blog em plenos 2022 é uma forma de eu desacelerar e seguir um processo criativo onde sou eu quem dá as cartas. Ou seja, posts quando eu quiser, e se quiser. E isso não afetará de forma alguma o meu psicológico e nem me gerará cobranças.

Curioso para ter outras reflexões, fui atrás da opinião de algumas amigas, também blogueiras. Se liga só no que elas compartilharam.

💭

Fernanda Rodrigues – Algumas Observações

“O que me motiva, principalmente, é ter um registro da minha vida. Por exemplo, o meu blog tem pouco mais de 16 anos, comecei antes de entrar na universidade. Hoje, eu já passei pela universidade, fiz duas pós-graduações, já mudei de área na minha carreira, visitei vários lugares… E tudo isso está registrado.”

Thami Sgalbiero – Like Paradise

“Ter um blog é uma oportunidade maravilhosa pra compartilhar uma perspectiva não filtrada da minha vida, e entregar esse conteúdo para pessoas que podem se beneficiar com as minhas experiências. Além disso, no blog você tem muito mais liberdade para mostrar tudo o que sabe e é isso o que me motiva a seguir blogando”.

Luly Lage – Escritora e restauradora

“Para mim, é natural criar conteúdo. Seria estranho não dar conta de produzir, sabe? Quanto ao blog, as palavras escritas contam mais nesse formato e eu acho que sou melhor me expressando com elas do que nas outras formas. E o blog ninguém vai tirar de mim, né? Sou eu quem decido a forma como vou usar, como vou entregar o conteúdo, divulgar. Resumindo: o controle do que produzo está nas minhas mãos, e não na de outra pessoa/rede social”.

Então, é isso. Só queria um folhinha para assinar embaixo do relato das meninas. Concordo com tudo e todas! <3

4 comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.