#EuLi: “Teto para dois”, de Beth O’Leary

Tudo nesse livro é previsível, mas a escrita da autora é tão boa que a gente vai lendo e ficando animado pelo desenrolar dos fatos.

by 

Editora: Intrínseca / Gênero: Comédia Romântica / Páginas: 400 / Ano: 2019 / Comprar: Amazon / Nota: 🏡🏡🏡🏡🏡+💙


Sinopse:

Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento.

Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. 
Minha opinião:

Comecei a leitura desse livro em fevereiro, mas demorei cerca de 1 mês pra terminá-lo. Não que a história seja ruim, longe disso. “Teto para dois”, da Beth O’Leary, tem personagens incríveis e uma construção de enredo envolvente, tocando em assuntos como relacionamento abusivo, vida carcerária, etc. Mas, né, estamos ainda em pandemia. Coisas simples do nosso dia a dia se tornam tão difíceis… E isso ocorreu com o meu hobby preferido! 🙁

“Teto para dois” é um chick lit bem gostosinho de ler. Tem 400 páginas que dá pra terminar numa sentada só, caso você esteja com a mente no lugar e tranquilão. Outra coisa que me ganhou grandão (#LumenaFeelings) foram os capítulos. Eles são curtos, geralmente com 3 a 4 páginas, e intercalados. Em um a gente vê a visão da Tiffy, em outro a do Leon. Ambos são uma delícia narrando! 💙

Tudo nesse livro é previsível, mas a escrita da autora é tão boa que a gente vai lendo e ficando animado pelo desenrolar dos fatos.

A Tiffy é uma jovem que acabou de ser largada pelo boy que julgava ser perfeito; Leon é um profissional da saúde que trabalha no turno da noite, não ficando muito tempo em casa. Eles se conhecem após o término da moça, que precisou dividir apartamento por corte de gastos. Aparecem como personagens secundários os amigos e familiares dos protagonistsas. Todos são carismáticos e ajudam demais pro gran finale acontecer. 😍

Muitos pontos positivos pra autora Beth O’Leary por tocar em assuntos polêmicos e sérios, mas de forma respeitosa e empática. Achei incrível como falou sobre relacionamento abusivo, reforçando a necessidade de amigos serem compreensíveis. Infelizmente, a Tiffy namorou um cara que fazia coisas horríveis com ela… Graçadels, Leon foi um fofo. #TeamLeon

Não posso falar muito sobre a história, porque, basicamente, o livro gira em torno de duas pessoas que dividem um apartamento e trocam avisos em post-its. Só um aviso: vocês vão amar o irmão do Lean… Richie é uma gracinha e eu queria super conhecê-lo, caso ele existisse, claro. Se liga nas características: alto, forte, musculoso, cavalheiro, educado… Desculpa, não resisto a um padrãozinho educado!!!

Fica aí a sugestão de um livro pra esquecer um pouco a merda que está o mundo.

4 comments

  1. Faz tempo que não leio chicklit, mas acho que é ótimo para esses momentos tão confusos em que a gente precisa de amor.
    Adorei conhecer mais sobre essa autora e este livro. Eu não conhecia nenhum dos dois.

    Um beijo :*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.