Controle financeiro: mais do que necessário, um hobbie

Nem sinto saudades de chegar no fim do mês estressado, com raiva, frustrado e torcendo pelo próximo dia útil. Por aqui há paz mental e financeira.

by 

Quando dizem por aí que a gente tinha que ter aulas de educação financeira na escola, eu sou o primeiro a levantar pra iniciar uma manifestação a favor dessa ideia. Mas, né, o Estado não quer que as pessoas saibam controlar suas vidas e dinheirinhos. O que nos resta é procurar material confiável e de qualidade; ser autodidata mesmo. E foi o que fiz! 

Cansado de viver no aperto, aproveitando cupom de descontos possíveis e trabalhando só pra pagar fatura do cartão de crédito ou cheque especial, enfiei a cara nos livros nos últimos anos. Na verdade, ainda continuo lendo tudo o que aparece na minha frente. Pesquisei, corri atrás de informações e, agora, posso dizer que a vida financeira está no caminho certo. 

Não vou vender aqui a ideia de que tô milionário, investindo em bolsas de valores e afins. Nada disso! O que quero dizer é que, finalmente, consigo quitar as dívidas do mês, guardar um pouquinho e ainda ter mais um saldo positivo pra tomar um açaí quando bater a vontade.  Como eu fiz isso? Puxa a cadeira aí que vou te contar, migs! 😉

PASSOS PARA AJUDAR A ECONOMIZAR 

1- Diário das finanças: Para saber como quitar as dívidas ou ter uma grana sobrando, é necessário se conhecer e ter uma noção dos seus hábitos financeiros. Foi anotando todas as entradas e saídas que descobri que, por exemplo, não precisava pagar Amazon Video ou Globoplay, sendo que a plataforma que mais uso nem são essas, e sim a Netflix. Logo, já sei o que posso considerar como gastos desnecessários e dinheiro que poderá ser poupado. 

2 – Mais graninha, por favor: Emprego fixo é bom, mas ganhar um extra com freelas é melhor ainda. Tendo isso em mente, cheguei à conclusão de que deveria expandir meus talentos (?) e habilidades para fazer dinheiro por fora. Deu certo demais! Atualmente, não dependo só do meu salário da firma. Faço umas coisinhas ali e aqui, onde passei a ter uma reserva de emergência bacana.

3 – Deus ajuda, mas você tem que se ajudar também: Ok! Descobri quais são os gastos desnecessários e como fazer pra ganhar mais. O que me faltava era colocar a mão na massa e aprender mais sobre onde deixar a grana. Após muitos vídeos assistidos no Youtube e a leitura de bons livros, comecei a poupar e ter um fundo de emergência; um dinheiro pra poder usar em casos de urgência.

Photo by Josh Appel on Unsplash

A gente acha que é necessário ter, sei lá, 5k na conta e tals. Mas reserva de emergência não necessita de determinado valor. Qualquer quantia é últil. Concorda que ter R$ 1 mil guardado é melhor do que nada? E o dinheiro ainda pode render uns trocados, dependendo de onde você “guarda”.

Basicamente, foi seguindo essas três dicas que as coisas melhoraram por aqui. Resumindo: anotei todos os meus gastos numa planilha, pois: virginiano; reduzi boa parte dos gastos desnecessários e procurei uma renda extra. Resultado: conta fora do vermelho, reserva de emergência e um pouco de tranquilidade.

Nem sinto saudades de chegar no fim do mês estressado, com raiva, frustrado e torcendo pelo próximo dia útil. Por aqui há paz mental e financeira. 

E você: o que faz pra controlar as contas por aí? 

3 comments

  1. Oi, Adri! 🙂
    Eu faço exatamente as mesmas coisas que você. Foi fazendo isso que consegui deixar um ambiente de trabalho altamente tóxico e passar a ser a minha própria chefe.
    Tem sido uma jornada e tanto e tem valido a pena! 😀

    Acho que as suas dicas são legais porque podem ser colocadas em prática por qualquer um. A gente tem que ter os pés no chão. Tem muita gente que fala de educação financeira pra rico, quando na verdade quem mais precisa são as pessoas como nós: gente como a gente.

    Beijos,

    1. isso, Fê!!!

      muita gnt fala o tempo inteiro sobre investimentos e bla bla bla, mas a realidade da maioria das pessoas e se virar com pouco mais do que o salário mínimo. é necessário a gnt ser ciente da realidade e procurar conteúdos como o da Nath finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *