Tipo assim…

Para ler ouvindo “Free time”, do Ruel.  Eu não tô apaixonado e nem de olho e você, mas, tipo assim, super queria ficar contigo novamente…

by 
Para ler ouvindo “Free time”, do Ruel. 

Eu não tô apaixonado e nem de olho e você, mas, tipo assim, super queria ficar contigo novamente pra, quem sabe, a gente se entrelaçar no fim da noite pra ensinarmos um ao outro como se faz uma paixão ser inesquecível.

Eu te respeito. Como homem, como namorado, como profissional… Como ser humano! Não sou o tipo de pessoa que ficaria com alguém comprometido, porque, tipo assim, todos saem machucados quando a máscara cai e a verdade vem à tona. O seu parceiro não merece, tampouco eu mereço mais quedas da vida.

É verdade que o meu corpo se arrepia por inteiro ao imaginar o seu toque e os seus lábios tocando os meus. Mas, tipo assim, eu sei controlar esses pensamentos. Os meus pensamentos.

E você? Você sabe controlar o que sente?

A gente viveu coisas bonitas. No passado. A vida seguiu e eu também continuei andando. Aparentemente, você também prosseguiu, mas, tipo assim, parece que há uma chama ainda entre a gente. É inevitável não lembrar do fogo que acendíamos quando estávamos juntos, trocando carícias, amor… Fazendo o amor existir!

Não sei o que aconteceu, mas a gente continuar junto já não parecia tão certo pra mim.

Eu e minhas inseguranças.

Você e a sua mania de me querer e querer também o mundo inteiro.

Não daria certo… Digo, a gente não daria certo nunca, porque, tipo assim, eu quero somente uma pessoa, você quer várias. Assim não dá pra mim.

Agora, eu estou aqui carente, olhando a sua foto e com o celular na mão pensando em te mandar uma mensagem. Provavelmente, você iria me responder animadão pensando que topo ser seu amante ou alguma coisa que se assemelhe a isso. Um bobo, você.

Eu vou continuar com o meu orgulho e seguindo em frente, porque, tipo assim, se você não pode ser meu, o mundo (quase) inteiro será seu. Porém, a pessoa que você ama de verdade continuará por aí te negando, te evitando, fingindo que você não existe.

Eu vou continuar te negando, te evitando, fingindo que você não existe, porque, tipo assim, o grande amor da sua vida sou eu e lamento muito não podermos estar juntos. Você optou pelo mundo, e não por mim. Eu escolhi ser feliz, sozinho, e te deixar pro mundo (quase) inteiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *