Livro: No encontro de uma constante

Eu sempre gostei de ler, mas, poesia nunca foi o meu forte. Nem quando estou apaixonado/amando costumo ler poesias. Mas sempre tem aqueles poetas que…

by 
Eu sempre gostei de ler, mas, poesia nunca foi o meu forte. Nem quando estou apaixonado/amando costumo ler poesias. Mas sempre tem aqueles poetas que a gente adora logo de cara, né? Foi exatamente isso o que aconteceu com o livro “No encontro de uma constante”, do capixaba Bruno Luiz Matos.
Eu já conheço o Bruno há um bom tempo pela internet (inclusive tem post aqui) e, no ano passado, recebi o primeiro livro dele de poesias. Tive sorte porque já tinha lido o bruto do livro antes mesmo de ser publicado e, ó, muito boa a obra.
Fiquei muito feliz por o Bruno ter conseguido publicado um livro independente, porque a gente sabe como está o mercado literário hoje… Só quem já tem muitos números na internet consegue com facilidade algum selo de editora grande.
No livro “No encontro de uma constante” nos são apresentadas várias poesias que, basicamente, falam sobre o amor, fé de que tudo vai ficar bem e foco. A minha preferida de todas é a “E se…” por ser simples, porém, profunda.
O Bruno é poeta e isso é inquestionável. No seu primeiro livro, a gente pode perceber a existência de um grande escritor que está se revelando aos poucos para o mundo. E que venha mais sucesso, afinal, ele é merecedor e começou também publicando seus poemas na internet.
Se você está procurando uma leitura relaxante, leve e profunda, não deixe de ler “No encontro de uma constate”. Tenho certeza que vai acabar se identificando com a forma de escrever do Bruno e também com algum poema. 

Para saber mais sobre a obra, acesse o site oficial.

10 comments

  1. Oie Adriel =)

    Ah!! Fico tão feliz em ver uma resenha do livro do Bruno *-*
    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

  2. ADRIEEEEEEEEEEEEL!

    Que saudades de ler suas postagens, que saudades da blogosfera! <3
    Infelizmente (ou felizmente) precisei de um tempo para mim e foi muito bom enquanto durou, mas é ótimo voltar também o/

    Eu sou fã de poesia! Fico impressionada com poetas porque acho que nunca vou conseguir escrever um poema na vida. Admiro muito mesmo quem se dedica a esse gênero e admiro também os autores que publicam seus livros de forma independente nesse mercado literário atual. Adorei a capa do livro e sua resenha também 🙂

    Abraços <3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.