Apresento a vocês: Bruno Luiz!

“De tudo que poderia lhe dizer, Apenas lhe deixo meu olhar, Meu silêncio, Meus sentimentos, Não que seja desperdício lhe falar, Apenas quero lhe dar…

by 

De tudo que poderia lhe dizer,
Apenas lhe deixo meu olhar,
Meu silêncio,
Meus sentimentos,
Não que seja desperdício lhe falar,
Apenas quero lhe dar um momento
E não palavras.”
(Trecho da poesia “Poderia” do livro “NO ENCONTRO DE UMA CONSTANTE”, de Bruno Luiz)

Você gosta de ler poesias? O que sente quando se envolve com a letra? Vou confessar que depois de conhecer o lindo trabalho do Bruno Luiz, que se diz poeta amador, comecei a gostar desse estilo literário que às vezes nos faz chorar naquela noite de lua cheia que você não consegue dormir, apenas ler cada trecho dos poemas e derramar lágrimas (isso já aconteceu comigo lendo os poemas do Bruno).

O Bruno é um poeta que cursa Sistemas, mas, todos que o conhecem sabem do seu talento para escrita, em especial a poesia. Quando ele comenta aqui no blog fico boquiaberto com (digamos) as filosofias. Sério! Um menino muito inteligente que veio mostrar que homem também tem sentimentos, e que por mais careta que seja, amar faz nos faz bem!

Infelizmente não tenho previsão de quando as poesias do livro serão lançadas, pelo que sei o Bruno não encontrou uma editora para publicá-los. Mas, se você conhece alguém que esteja interessado em um trabalho de qualidade pode indicar o livro (NO ENCONTRO DE UMA CONSTANTE).

Tive o privilégio de lê algumas poesias do texto, aliás, em breve sortearemos aqui no Blog um exemplar do livro, que ainda é inédito nas bancas de revistas e livrarias.

Interessou-se no livro e no autor? Veja como o próprio se define:
“De maneira geral, sou bem otimista, gosto de fazer bem as coisas que me proponho a fazer, tenho várias características dos homens do século passado, mas não sou careta, apenas prezo coisas que não deveriam ter saído de moda. Gosto de correr mesmo não fazendo isso, me envolvo quando acho algo interessante, escrevo para dissipar os sentimentos ruins e eternizar os bons. Gosto de conversar, de séries, filmes, de imaginar, sonhar, delirar dentre as possibilidades. Tenho defeitos, mas hoje em dia é impossível não ter. Minha constante são os momentos. Sempre querendo ir ao encontro daqueles que podem me fazer feliz.”

10 comments

  1. Muito obrigado pelo post, quando comentou que iria fazer um post, não imaginava que seria um excelente post haha.

    O livro nasceu e quero publica-lo, mas o objetivo por enquanto é divulgar e se tudo der certo, uma hora ou outra aparece alguma editora o.

    Muito obrigado, é muito legal ver uma demonstração dessas, é bom saber que o trabalho que fiz é valorizado por outra pessoa, poesia não nasce pra agradar, mas quando agrada é muito bom.

    Muito sucesso pra nós o/

  2. Buno, acho que o post é mais que merecido. Quem já leu o livro sabe o quanto ficou ótimo e como as poesias mexem com a gente.

    Posso afirmar que quando o livro for lançado com certeza venderá bastante, e muita gente irá se identificar com o que tu escreveu!

  3. Esse trecho já nos deu uma boa ideia de o quão talentoso o Bruno é. Espero que ele encontre uma editora logo e que continue escrevendo textos tão bons assim!

    Beijo, beijo :*

  4. Pois é, Jéssyka. Mesmo tendo uma cópia em mãos do livro não existe sensação melhor do que ser um escritor conhecido nacionalmente, porque não mundialmente. Torço muito pelo sucesso do meu amigo e todos nós!

    Beijos, linda!

  5. Eu conheço a He is We, a minha preferida é I Wouldn't Mind", acho bem fofa!
    Ah, eu não sou fã de poesias… O que é uma pena porque conheço muita gente talentosa mas não é pra mim 🙁
    bjjo
    blogloucamistura.blogspot.com

  6. Vou ouvir a música que você falou! 🙂

    Eu também não curtia poesias, mas com o tempo fui me apaixonando pelo estilo. Quero aprender a escrever poesias, deixar de lado os textos românticos.

    Beijos.

  7. Gabriel! adorei seu blog! e obrigada por comentar no meu!

    gostei… gosto de algumas poesias sim e acho muito bonitos homens assumirem sem vergonha seu lado romantico hahaha

  8. São pouco os homens que decidem demonstrar os seus sentimentos através de palavras, acho que são 10 de 1000. Seu blog é lindo, Mari. =)

  9. Minha nossa, o que você escreveu sobre o livro dele e fiquei muito curiosa pra conhecer mais sobre este trabalho. Me deu vontade de também publicar algo no Trilhas, ajudar na divulgação!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.