Tá tudo “bem”…

Tá tudo bem, sério. Não precisa se preocupar, tampouco mandar mensagens tarde da noite querendo saber como estou. Por aqui tá tudo ótimo. Perfeito. Melhor…

by 

Tá tudo bem, sério. Não precisa se preocupar, tampouco mandar mensagens tarde da noite querendo saber como estou. Por aqui tá tudo ótimo. Perfeito. Melhor impossível. Um arraso.

Não quero lembrar da conversa que tivemos recentemente, dos pontos nos “is” que tentamos colocar e dos planos que resolvemos deixar pra lá. Acabou e tá tudo certo. Agora, cada um segue o seu caminho e… quem sabe mais na frente podemos encarar tudo isso de outra maneira e sermos amigos? Por mim, super topo levar a ideia adiante!

Não se preocupe comigo! Não vou guardar mágoas e nem revirar o passado. Espero que você também siga em frente e fique bem, seja lá o que significa “bem” quando você acabou de fechar um ciclo que te acompanhou por 10 anos. 

Me encontro cheio de dúvidas e com perguntas que querem me sufocar por uma resposta. Mas é normal estar assim, principalmente quando a pessoa que você depositou todas as suas fichas te chutou pra escanteio. Mas estou bem. Na medida do possível, eu estou perfeitamente bem

Há dias em que não tenho vontade de levantar da cama por conta da dor de cabeça causada pelo choro que insistiu em aparecer na madrugada, quando peguei o celular e vi a nossa foto no papel de parede. Não consegui deletar as imagens ainda. Sei lá… Me faz bem ver nós dois, juntos, e imaginar aquele futuro prometido. 

Estou seguindo em frente, tá? Pode parecer que não, mas estou. 

Sabe as suas roupas que ficou em casa? Não consegui jogá-las fora! Estou usando como pijama só pra sentir o seu cheiro enquanto ele ainda está impregnado nas peças. O mesmo aconteceu com o seu perfume, seus livros e rascunhos deixados no escritório. Tentei colocá-los numa caixa e enviar pro porteiro do seu prédio, mas a saudade bateu e tudo isso era o que eu tinha pra te fazer presente aqui. 

Quando você disse “adeus”, eu respondi que já estava indo tarde demais. Meu orgulho não me fez te pedir pra ficar. Na minha mente, eu estaria me rebaixando, quando, na verdade, o único culpado fui eu. 

Eu tô fingindo que estou bem. Mas, João, saiba que não estou! Por aqui, no meu coração, há um buraco enorme e arrependimento de tudo o que te causei. Pedir perdão não apaga a minha traição, então, vou apenas fingir que estou bem pra que você fique bem. 

2 comments

  1. Ai meu Deusss, fui lendo o texto super me identificando mas no final era traição 😮 ainda não passei por isso, ainda bem. E espero não passar, porque sou muito apegada a tudo e todos. Adorei a crônica, migo!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.