Resenha: "Animais fantásticos e onde habitam" (Sem spoilers)

O primeiro sentimento que surge no coração dos fãs de qualquer saga, ao saber que a franquia se estenderá em novos filmes, é: medo. Quando…

by 

O primeiro sentimento que surge no coração dos fãs de qualquer saga, ao saber que a franquia se estenderá em novos filmes, é: medo. Quando anunciaram o novo “Star Wars’” ou “O Hobbit”, o que muitos sentiram, além da euforia com a notícia, era o medo do fracasso e que os novos filmes pudessem “estragar” as boas memórias vividas no passado.

Com “Animais Fantásticos e Onde Habitam” não foi diferente. A geração de adultos de hoje cresceu lendo, vendo ou ouvindo referências ao mundo mágico de J.K. Rowling, através do bruxinho mais amado do planeta: Harry Potter (atrás de Merlin – e das barbas dele, é claro). A franquia Harry Potter, durante seus dez anos de duração nos cinemas, trouxe recordes absurdos como quando alcançou a maior bilheteria de todos os tempos em 2011 e também quando tornou a sua autora, J.K. Rowling, a primeira pessoa bilionária escrevendo livros. Toda essa pressão transformou as expectativas de sucesso para os novos filmes da franquia monstruosos pois, muita coisa poderia dar errado e nem mesmo os fãs mais ferrenhos poderiam salvar.

Ainda não sabemos se “Animais Fantásticos” será um sucesso de bilheteria, pois é muito cedo para nos impressionarmos com números ou para termos medo deles. Mas, uma coisa podemos afirmar: a magia está de volta!

O filme traz todos os pequenos detalhes que faziam falta na vida dos fãs da saga: o relógio, que ao invés de marcar as horas nos diz se há perigo próximo ou não (#saudadesToca), os elfos domésticos, os duendes, os movimentos e as batalhas com varinhas e, claro, referências à Hogwarts e Albus Dumbledore.

A trama de “Animais Fantásticos e Onde Habitam” acontece setenta anos antes do filme e livro “Harry Potter e a Pedra Filosofal”. Newt Scamander, o nosso protagonista, está visitando Nova York pela primeira vez afim de buscar e catalogar animais mágicos para compor o seu livro, que no futuro tornaria-se livro didático em Hogwarts. A atuação de Eddie Redmayne é impecável, você realmente acredita na timidez e pureza que ele emana, e a relação dele com Tina, Queenie e Jacob é muito bem construída ao longo da trama.

Estávamos acostumados com crianças, magias e enredos limitados pelo o que a idade deles permitia, porém, em “Animais Fantásticos e onde habitam” vemos uma relação mais difícil de moldar, a amizade entre adultos… Até mesmo os feitiços são diferentes e mais complexos, alguns a gente nem sequer ouviu falar, o que dá para a roteirista (amém, J.K.) vários ganchos para criar e moldar os novos filmes.

Não vamos nos ater às polêmicas envolvendo a escalação de Johnny Depp para os próximos filmes (aliás, ele faz uma pequena aparição neste), todas as controvérsias e ameaças de boicote ao filme não estragam o enredo. “Animais Fantásticos e Onde Habitam” cumpre bem o papel a que veio e saímos da sala do cinema com um gosto de quero mais.

Você nunca assistiu a Harry Potter e acha que este filme não é para você? Está errado! “Animais Fantásticos” não deixa pontos cegos e nem te enche de informações que você não consegue entender, tudo o que novos e antigos fãs precisam saber está presente.

20 comments

  1. AMEI!! AMEI!! AMEI!! AMEI!! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    Eu não sabia que o Johnny Depp já ia aparecer agora e me surpreendi!! Vi na pré e verei novamente!
    Meus olhos encheram de lágrimas logo no início com Hedwig’s Theme!!
    J.K. Rowling me levará a falênciaa!!!
    Tô toda cagada esperando o segundo!!!!!! HAHAHAHA
    Beijos em todos!

  2. A resenha está ótima! Estava procurando no Google e tive que comentar! Cheia de detalhes, mas sem dá muitos spoilers. Hj verei o filme e espero gostar tanto quanto vc!

    Bjs!

  3. Oi, oi!

    Que resenha completa. Amei! <3

    Eu ainda não assisti ao filme, mas estou bem ansiosa, principalmente porque esperei por tanto tempo depois do fim de HP. Agora é esperar e torcer pra que realmente seja bom. <3

    Bjs!

  4. Ótima resenha!

    Sobre o filme, achei os fgurinos lindíssimos, uma fotografia maravilhosa, reconstituição dos anos 20 maravilhosa, personagens cativantes, um ótimo início para uma "nova franquia".

  5. Eu assisti dois dias depois da estreia, estava quase a dois anos esperando por esse momento, aí quando eu sentei na poltrona do cinema e o filme começou, eu não sabia se ria ou chorava. Criei muita expectativa e não me decepcionei, não esperava menos de um roteiro 100% escrito pela J.K. (rainha) Rowling.

    Estou "in love" pelo Newt, o Não-Maj e as bruxas, sem falar não criaturas mágicas. Fiquei incrivelmente surpreso com o uso dos efeitos especiais pela Warner, muito bem feito. A cena do final foi de tirar o folego, a sala de cinema inteira gritou haha Agora é esperar ansiosamente pelo segundo filme.

    momentoliterario1.blogspot.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.