free hit counter

Os meus posts preferidos de 2022 (e um desabafo!)

Aliás, espero que o restinho de 2022 seja espetacular e o novo ano traga muitas alegrias a todos nós.

by 

Mais um ano está chegando ao fim. Quanta coisa aconteceu neste ciclo que estamos nos despedindo… Por aqui o sentimento é de imensa gratidão!

Sinto que amadureci tanto neste ano… Pudera, né? Voltamos ao “normal”, completei 1 ano de casa nova (e morando sozinho!) e milhares de coisas aconteceram, me tirando da mesmice vez ou outra.

Photo by James McKinven on Unsplash

No blog, me dediquei de forma moderada e entrando no ritmo slow blogging. Postei somente quando sentia que tinha algo para falar, e não só para preencher tabela. Funcionou e não me senti tão desmotivado quanto nos anos passados. Porém…

SERIA O FIM?

Várias vezes pensei em fechar o blog e encerrar esse capítulo da minha vida. Contudo, depois de refletir tanto, concluí que não é a hora. Ainda. Talvez colocar menos coisas tão pessoais pode rolar, deixando aqui só textos de ficção e dicas.

Eu mudei, sabe? E nessa mudança, não sinto tanta vontade em expor alguns casos, fracassos e conquistas. Tem uns trem que tô deixando pra compartilhar com pouquíssimas pessoas por entender que estou numa nova fase da vida, sendo low profile. E é tão estranho me ver dessa forma, logo eu que sempre fui um livro aberto.

Mas é isso, amigues! Espero que o restinho de 2022 seja espetacular e o novo ano traga muitas alegrias, conquistas, saúde e desafios para gente vencer. Pois, o que seria da vida sem os perrengues diários?!

Abaixo, vou listar os posts que mais adorei escrever:

OS MELHORES DE 2022

Eres tú?

Nem um, nem outro… Me escolhi!

Ah, o amor (próprio)…

Um texto (talvez) ruim sobre ser escritor

Razões para (te/me) amar – PARTE 1

A escrita como forma de cura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *