Podcast: o queridinho do momento

O podcast é um recurso de multimídia antigo, mas que voltou com muita força recentemente.

by 

Um dia os canais no Youtube bomboram e geral queria ter uma conta por lá pra tentar ganhar uns dólares e fama. Ainda hoje há muita gente querendo ser youtuber, porém, outros recursos de multimídia vêm ganhando mais evidência e o público mais jovem.

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar do Tik Tok, o IGTV e também sobre podcasts. Todos eles viraram “modinhas”, principalmente entre os adolescentes. Como eles gostam de novidades e abusam rápido de uma rede social, se não tiver inovação, é normal abandonarem o barco e encontrarem aplicativos de entretenimento a qualquer momento. Dentre os meios de comunicação existente, o podcast está sendo o preferido dos internautas.

PODCAST

O podcast é um recurso de multimídia antigo, mas que voltou com muita força recentemente. A primeira vez que falou-se sobre foi em 2004, quando o jornal The Guardian publicou um artigo sobre “programas de rádios” que poderiam ser feitos por qualquer pessoa e acompanhados por gente de todo o canto do mundo, a qualquer momento.

É justamente assim que, hoje, definimos podcast: “é uma forma de publicação de arquivos de áudios na internet, onde você pode manter uma conversa informal com o ouvinte, abordando qualquer tema de forma séria, divertida…” (Fonte: Wikipedia)Atualmente, quem anda consumindo bastante podcast são os jovens. Eles ouvem enquanto malham, durante uma caminhada ou até mesmo pra passar o tempo em casa. O recurso ficou popular justamente por ter podcaster (quem publica/produz podcast) que aborda sobre temas que esse nicho adora, tais como: mundo pop, fofocas, saúde mental, humor e afins.

Abaixo, confira os podcasts brasileiros que têm um grande público na internet.

É noia minha?

No podcast “É noia minha?” a roteirista, escritora e paranoica de plantão Camila Fremder divide com seus convidados todas as maluquices que passam pela sua cabeça. Então, se você é do tipo que perde sono com pensamentos absurdos, esse podcast com certeza é para você.

Um milkshake chamado Wanda

Notícias, fofocas, opiniões e bom humor sobre o mundo do entretenimento e o da cultura pop servem de munição para as doses semanais do podcast “Um milk shake chamado Wanda”.

Bom dia, obvius

Marcela Ceribelli, CEO e diretora criativa da Obvious, recebe convidadas para conversas abertas sobre assuntos atuais do universo feminino: saúde mental, autocuidado, carreira, autoestima, novas curas, relacionamentos e outros.

Esquizofrenoias

Sob o comando de Amanda Ramalho que convive com ansiedade social, depressão e transtorno bipolar desde muito nova, o Esquizofrenoias busca tratar de maneira leve, natural e sem tabus de assuntos relacionados à saúde mental.

Verdades difíceis de engolir

Neste programa, Daniel Bovolento e Rafael Gonzaga falam sobre verdades do cotidiano do jovem adulto e seus desdobramentos, bem como baboseiras e dicas de cultura, entretenimento e afins.

Se você não conhece nenhum desses podcasts, pode clicar e ouvir sem medo. Você vai sorrir, aprender e se divertir ouvindo os áudios de pessoas que estão sedentas pra compartilhar os seus pensamentos e aprendizados. 

4 comments

  1. Gente, eu dava aula de podcast em 2002, quando trabalhava em um núcleo de informática e cidadania. Foi assim que aprendi a usar o Audacity. 😀

    Sobre podcasts, recomendo muito o Rabiscos. É simplesmente sensacional!

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

  2. Acho bem legal que o podcast tenha crescido assim nos últimos tempos. Eu ouvia o Nerdcast aaanos atrás, e agora com o Spotify e outras plataformas a coisa ficou bem mais legal de acompanhar. Inclusive meu canal acadêmico, Vênus em Arte, QUASE foi um podcast, mas percebi que falar sobre arte é algo visual demais pra apostar só no áudio. Ainda assim quero participar de algo do tipo, um dia. Eu absolutamente AMO as meninas do Projeto Piloto, fico muito feliz de acompanhar uma produção de conteúdo sem tabus ou hipocrisia como a delas.

  3. eu não lembro o ano, mas tbm comecei a editar áudios com o audacity. faz um tempão. huahuahua;

    amiga, em 2004 fala que o termo "podcast" começou a ficar em evidência, mas com certeza isso existe há muito mais tempo. 🙂

  4. ain… não conheco o pod delas, mas foi procurar. deve ser bem massa ver mulheres sobre o comado de um programa liberal. <3

    quando eu tiver o meu, pode ter certeza que vc vai participar!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *