free hit counter

Paixão por professor: quem nunca?

Se tem uma coisa que não sei lidar, são com relacionamentos. Acabo misturando tudo e, como o esperando, me fodendo. Amizades, por exemplo, ou elas…

by 
Se tem uma coisa que não sei lidar, são com relacionamentos. Acabo misturando tudo e, como o esperando, me fodendo. Amizades, por exemplo, ou elas duram pra sempre ou acabo achando que a pessoa tá me querendo e vamos ficar juntos por toda a vida (no fim, a amizade acaba após eu não saber administrar os meus sentimentos.).
A minha vida estudantil também foi/é bem conturbada, mas, graças a Deus eu nunca pirei e nem saí por aí confessando amor por professor. Ainda. Deus queira que esse dia nunca chegue. Amém. 
O fato é que já me apaixonei por os meus professores. E não foram poucos: mais de 7 (contando com os da faculdade). Mas isso só aconteceu quando eu cheguei no ensino médio, porque os meus professores do primário e fundamental foram todas mulheres. Infelizmente. 
O primeiro professor por quem tive paixão foi um de matemática: naquela época eu contava as horas pra chegar a aula dele, tirava ótimas notas, me esforçava pra caramba e era um dos melhores alunos na matéria. Os populares até me procuravam pra tirar dúvidas. Me sentia CDF, sabe?! 
Não sei se o professor de matemática desconfiava de mim, mas sempre ficava até o fim da aula pra tirar “dúvidas” com ele. Mas, minha paixão acabou quando minhas amigas disseram que ele tinha bafo. Eu ‘tava tão apaixonado que nem havia prestado atenção nesse detalhe. Quando fui prestar atenção de verdade, quase me amaldiçoei por gostar do profs. Pra piorar, a filha dele estudou comigo um ano depois e, ó, parece que o mal é de família. A menina também tinha um bafo dos infernos. 
A segunda paixão foi por um professor de geografia. Ele era recém-formado e estava substituindo uma professora. Ele era/é muito lindo, fazia as meninas (e as beeshas, tipo eu) pirarem no corredor da escola. Me dediquei também à disciplina, tirava notas boas e decorei, por causa dele, todas as capitais do Brasil. Contudo, a paixão acabou quando fiquei sabendo que ele tinha ficado com uma menina da sala. Um loirona dos olhos verdes. Me senti traída e terminei mentalmente o relacionamento. #soudessas
Outra paixão que eu tive foi por um professor de Educação Física. Nossa! Ele é a coisa mais linda do mundo e acho que ainda sou apaixonado, pois sempre quando encontro-o nas filas do banco, fico com o coração acelerado. A paixão meio que volta. Talvez isso aconteça porque ele tem uns 35 anos, é solteiro (pelo o que sei). Ainda há uma esperança. 
Preciso comentar sobre as paixões da faculdade? Eu tive várias, mas a maioria dos professores são casados (com alianças gigantescas no dedo. Tem uns que usam nos dois dedos só pra confirmar, sabe?!) Daí só rola aquela paixão mais leve, sem interesse, sem piração. Apenas admiração e respeito mesmo. Mas as paixões estão lá e existem. 
Não sei quando vou parar de me apaixonar por professores, o que sei é que eu os amo e sou grato por compartilharem tanto conhecimento, não sendo apenas um rostinho/corpinho bonito.

Mas, agora me contem sobre você: também já se pegou louca da pedra por um professor? 

 Um beijo!

30 comments

  1. kkkk adoro suas histórias sobre relacionamentos, mas quem nunca ein? eu tinha uma paixonite pelo meu professor de inglês, eu e a metade da escola. hahha
    ele era gato, tem tatuagem nos braços musculosos (acho isso um tesão) sou dessas. haha
    beijos

  2. Oi Adriel,
    Ainda bem que nunca tivesse esse problema, apesar de achar bem atrativo ler/assistir coisas relacionadas a isso =x
    Nenhum dos meus professores me atraíram haha os da faculdade, estranhos.
    Deus não dá asa a cobra, nunca teve nenhum Ryan Gosling =x hahahaha

    tenha uma ótima quinta =D
    Nana – Obsession Valley

  3. Suas histórias são fantásticas kkkkkk
    bem, posso dizer que nunca ó/ kakakaka até onde me lembro não tive nenhuma paixonite por professores. kkkkk
    Beijinhos.

    jayhanadenardi.blogspot.com.br

  4. Eu desenvolvi uma paixonite por um professor no curso técnico, e passei por situações bem engraçadas. Sério mesmo.
    Mas pensa pelo lado positivo, você aprendeu bastante coisa por causa das suas paixões!
    🙂

  5. "alguns usam aliança nos dois dedos só pra confirmar" HAHAHAHAHHH eu sempre me acabo de rir nos seus relatos!!! e tô com a Carol aí em cima, também nunca tive nenhuma quedinha por eles haha

    beeeijos, Ja fomos legais

  6. Nunca cheguei a me apaixonar por um professor, ainda bem eu acho, seria bem ruim ficar lá naquela paixão e depois descobrir que a pessoa tem compromisso. Mas confesso que já tive professores bonitos que chamam atenção.
    Beijos!
    virandoamor.blogspot.com.br

  7. Eu já tive professores jovens e bonitos mas Não consigo me identificar, eu era um pouquinho rebelde no colégio, e sempre odiei meus professores, nunca consegui vê-los com outros olhos hauahauaha

    guitarrebel.blogspot.com.br/

  8. Adri, tenho crises de risos nas suas postagens! Já tive algumas quedinhas por professores, mas foram passageiras. O fato é que eles, nessas situações, nos ajudam a reparar que nos encantamos mesmo é pelo que transmitem, pelos trejeitos, pelo CHARME, acima de tudo. Beleza é algo relativo e o que permanece, é o que sai de dentro.

    SEMQUASES.COM

  9. ADOREI SEU POST ADRIEL! HUASHUAS
    Me identiquei porque já me apaixonei por um dois professores, um de geografia no ensino médio (mesma história, recém formado e talz) mas descobri que ele é meu primo de terceiro grau kkkk #mundopequeno

    E o outro, foi um de história, na faculdade. Eu me esforcei demais na matéria dele, mas descobri que ele tinha namorado 🙁

    Sempre tive professores bonitões, que as meninas ficaram morrendo pelos corredores, mas sempre gostei dos inteligentes sabe?

    Um beijo,
    Quase Mineira

  10. Gosto tanto dos seus posts Adriel hahah Adorei essas suas paixões pelos professores e ri com os desfechos AHAUAAHAU Também já tive uma queda pelo meu professor de educação física. Pensa num cara muio gato e gostoso, pois é, o suficiente pra todos meninas se apaixonarem por ele. As meninas conseguiram até um vídeo dele dançando arrocha AUAHUAHAUAHA

    Bjs
    oh, wow, lovely ❁

  11. siiiim. acho que conseguiu entender o que eu queria dizer com o texto. não é a que a gnt fica subindo pelos teto da sala, morrendo por causa do professor. 🙂

  12. Nunca passei por isso, Adriel! Hahaha e por um lado, ainda bem viu?! Faço engenharia mecânica e é quase raro ter professora mulher, apenas homens mesmo. Mas nunca me interessei por nenhum deles e acho que nunca irei. Sei lá, não fico prestando atenção nesse tipo de coisa na aula hahaha
    Beijos!

  13. HAHAHAHAHAH ADOREI DEMAIS ESSE POST! Bafo? Ninguém mereceeeeeeee! E como assim o professor ficou com a aluna? Acho absurdo demais essas coisas! Eu nunca fui de me apaixonar por professor porque quase sempre é mulher e sempre que tem professor homem não são lá essas coisas 🙁 Beijoss <3
    amandapaduan.com.br

  14. Oooie!
    Menino já tive minhas paixonites por professores sim. Um era o professor de minha prima (até gerou algo) e o outro foi meu professor da faculdade… Hoje somos amigos até.

    Abraço
    Di, Blog Vida & Letras
    blogvidaeletras.blogspot.com

  15. hahahaha, confesso que nunca me sentí tentada a me apaixonar por professores( até porque todos os lindos que já me deram aulas, já tinham sido fisgados). Ms ri bastante com seu post, e adorei suas experiencias.

    insaturada.blogspot.com

  16. Eu nunca me apaixonei por um professor… Acho bonito e tals, mas eu sempre coloquei professores no patamar de "meus pais" aí nunca vi nenhum de outra forma além dessa hahahaha Nem como amigo eu cheguei a considerar algum professor sabe? Como se eles fossem muito distantes de mim sabe? Não sei explicar hahahahaha Mas minhas amigas viviam apaixonadas hahahahaha
    Beijos! =**

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.