“Nenhuma manhã sem o amor próprio”

Acordei com uma disposição incrível. Quem eu odiava hoje eu amo, e quem eu amo continuo gostando ainda mais. Tem dias que desperto, pulo da…

by 

Acordei com uma disposição incrível. Quem eu odiava hoje eu amo, e quem eu amo continuo gostando ainda mais. Tem dias que desperto, pulo da cama e falo até com as plantas da minha mãe. Loucura? Não, felicidade. 
Aquela vontade de espalhar o amor pelo mundo.

Será perfeito o dia em que iremos viver sorrindo, felizes porque toda a angústia já passou. Existem momentos em que acho que sou doido. Mas eu divago.

“Hoje eu acordei com uma vontade danada de mandar flores ao delegado, de bater na porta do vizinho e desejar bom dia, de beijar o português da padaria…” Não há nada que me faça infeliz. Nada de mentiras, más companhias…

Sorria, mesmo que tenha que esconder no fundo da alma a dor que o mundo desconhece, pois só sorrindo você não dará a quem te odeia a felicidade de te ver triste, mas a quem te ama a certeza que você é feliz!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.