hábitos que nunca se perdem

O tempo passa, mas certos hábitos sempre permanecem na nossa vida. Enviar cartas, por exemplo, é uma atividade que poucas pessoas exercem, mas, aquelas que…

by 
O tempo passa, mas certos hábitos sempre permanecem na nossa vida. Enviar cartas, por exemplo, é uma atividade que poucas pessoas exercem, mas, aquelas que ainda tiram um tempo para escrever e depois ir aos Correios, com certeza fazem isso por amor. 
Em meio a tecnologia (leia-se redes sociais, WhatsApp, e-mail…), enviar carta tornou-se algo tão… desnecessário. Pelo menos é o que muita gente pensa. 
Eu, felizmente, não me encaixo no grupo dessas pessoas que abandonaram o hábito de enviar cartas. Sempre que posso, tiro um tempo para escrever às pessoas que amo. Não me digam que escrever e-mail é a mesma coisa… 
Por que resolvi falar sobre cartas? Simples. Conheci nesta semana o projeto “30 letters”, que consiste basicamente em o blogueiro escrever diariamente 30 cartas com os temas propostos. 
Confesso que não sou nem um pouco fã de projetos, porque minha vida é bem corrida para me dedicar a eles. Contudo, achei interessante a ideia desse projeto e, por isso, resolvi encará-lo nessas férias. 
Antes que vocês pensem, não irei postar por aqui durante 30 dias só cartas. Não, não. O Não me venha com desculpas vai continuar sendo atualizado com um pouco de tudo que está ao meu redor e as coisas legais que encontro pela internet.
O presente projeto vai rolar lá no “Escrevendo cartas”, um blog avulso que eu criei só para postar as 30 cartas. Minha meta de vida também é entregar as cartinhas pessoalmente aos destinatários (até mesmo crush e ex-namorados!). 
Não sei se vocês curtem projetos ou coisas do tipo. Se sim, visitem lá o “Escrevendo Cartas” e vejam todos os 30 temas. Me sentiria muito feliz se vocês também entrassem nesse projeto maravilhoso!

 Um beijo!

30 comments

  1. Projeto ótimo pra exercitar a escrita, né?
    Conhece o livro Cartas Extraordinárias? Sou doida pra tê-lo mas não tão doida pra pagar o preço dele. rsrs

    Boa sorte com o projeto.

  2. Sou muito adepta da tecnologia, mas sempre gosto de escrever cartas em datas especiais, sabe? Escrevia quando eu namorava, escrevo pra amigos, pra família.. Acho que a carta é muito mais pessoal do que qualquer outra coisa. Adorei o projeto. Beijo, Adriel!

  3. Apoio muitíssimo esse desafio!
    Aliás a Thay faz esse projeto tbm: starmoonland.com/thay/, o blog dela está em manutenção mas depois dê uma olhadinha, bem bacana.
    Um beijo e boa sorte 😉

  4. Que bacana seu projeto! Realmente receber cartas neste tempo é muita consideração… rsrsrsrs… vim retribuir sua visita ao meu blog… Obrigada! Gostei do seu cantinho, vou acompanhá-lo… hhehee

    Livros terapias / Fan page

  5. Que bacana isso Adriel. Eu sempre gostei de cartas, de escrever e de receber. Nada mais gostoso do que receber carinho pelo correio, né? Vou lá dar uma olhada no seu projeto!

  6. Eu sou uma dessas pessoas que escrevia muita carta e de repente parei D:
    Vou tomar vergonha na cara e escrever aos amigos este ano! E acabei de escrever isto nas minhas metas do ano o/

    Um beijo,
    Quase Mineira

  7. Oi, Adriel! Tudo bem? Ah, esse é um hábito que eu também costumo manter. Adore receber e mandar cartas! <3

    Abraço

    tonylucasblog.blogspot.com.br/

  8. Sempre preferi um papel e uma caneta, tanto que as minhas fanfics eu geralmente as inicio no papel. Eu costumo escrever cartas para o meu namorado, falando como me sinto e essas coisas, e quando era criança e estava magoada com meus pais, eu sempre estava lá rabiscando uma cartinha de ódio.
    Simplesmente adorei essa ideia do projeto, já estou pensando em aderir.

    Ps.: Parabéns pelo blog, querido, é muito lindo!

    wolfmess blog

  9. Adorei a ideia. Também amo cartas e há uns anos atrás trocava com algumas amigas blogueiras 🙂 Você poderia enviar pra pessoas que não conhece, sei lá, ou colocar em garrafas de vidro e "perdê-las" por aí 😀

    Beijos e feliz ano novo :*

  10. Achei super interessante esse projeto eu amo escrever e acho legal sim, mas conheço mais pessoas que nem ligam para carta do que as que ligam, hoje com o avanço das redes sociais tento buscar nos meus ciclos um ser que ainda mantenha hábitos antigos que acho legal, mas tá difícil, mas eu super curtir essa iniciativa. Um beijo e boa sorte!

    purpurinanasvaidosas.com.br

  11. Olá, Adriel!
    Confesso que não costumo enviar cartas, mas reconheço que mandar email não é, nem de longe, a mesma coisa. Acho que enviar cartas é algo mais íntimo e carinhoso.
    Vou dar uma olhada nesse blog que você criou, fiquei curiosa e com vontade de enviar cartas! 🙂
    Beijos!

    lesobrinho.blogspot.com

  12. Eu adoro usar caneta e papel, e sempre começo o rascunho de qualquer coisa, seja post no blog, seja ideia para uma história que eu queria escrever à mão e acho muito mais prazeroso do que escrever tudo no computador. No Natal eu e minhas amigas também temos os hábitos de mandar cartas/cartões pelo correio. Acho que essa tradição não devia "acabar", afinal tem muito mais amor uma cartinha <3
    Adorei o post!

    Beijos
    Meu Conto de Fada

  13. Olá, Adriel. Tudo bem?

    Confesso que nunca fui de escrever muitas cartas, mas também sinto uma necessidade de escrever à punho para pessoas que amo e gosto. Por mais que as pessoas digam que enviar o e-mail é a mesma coisa, também discordo. Acredito que assim como um livro físico, uma carta pode transmitir bem mais ao ser pega, sentida seja a textura do envelope, folha e até mesmo ao passar a mão pela caligrafia da pessoa.

    Enfim, adorei o projeto e vou dá uma conferida no outro blog que pretendo escrever as cartas. Até mais.
    realidadecaotica.blogspot.com.br/

  14. Infelizmente eu nunca tive o hábito de escrever cartas. Já cresci sendo ensinada a usar a tecnologia sempre. Apesar disso, sempre gostei dessa ideia de escrever e enviar a alguém que a gente ama. Amo aquelas cartas estilo de época, sabe? Haha. Depois de ler esse post, fiquei com vontade de escrever uma carta e mandar para o meu melhor amigo, que mora nos Estados Unidos. Tenho certeza de que ele vai adorar, haha. <3
    Boa sorte com as cartas!
    Mil abraços, lysiaribeiro.com/

  15. sou apaixonada por papel, desde pequena. adoro escrever, usar várias canetas, desenhar, botar meu sentimentos no que estou escrevendo. e, convenhamos, ganhar uma carta é muito mais legal do que receber um e-mail ♥

    quando me mudei para outro estado, escrevi duas cartas pros meus avós. minha mãe é bem conectada às redes sociais e todos os dias manda notícias minhas para eles, mas não achei suficiente. eles não usam wpp, nem facebook, nem sabem como ligar um computador, então achei que eu ficaria mais próxima deles através de cartas. e tem sido bom ♥

    boa sorte no projeto!

    pe-dri-nha.blogspot.com

  16. Confesso que nunca escrevi uma carta a sério, mas é como dizes, receber uma revela que alguém se preocupa mesmo connosco. Boa sorte para o desafio, estou curioso 🙂

    Ricardo, The Ghostly Walker.

  17. Oi Adriel, esses dias encontrei minha caixinhas de carta e quase chorei de emoção sabia? ai fiquei tão feliz! postei até no meu face.
    Recebi uma cartinha surpresa tbm esses dias por correio, e nossa encheu minha vida de alegria!
    beijos
    Follow Cíntia

  18. OLá, Adriel.
    Que legal esse projeto. Eu confesso que nunca mais escrevi cartas para ninguém. Raramente escrevia na verdade, só mesmo para uma amiga que morava no Japão, mas agora ela voltou ao Brasil. E sem falar que a minha letra é horrorosa hehe. Acho que até por falta de prática mesmo.

    Blog Prefácio

  19. Hey Mino .
    Que projeto bacana, sou bem adepta a usar internet pra tudo .
    Um dia escrevo uma carta e mando pra alguém rs

    MirellysEspinelli.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.