Onde você está focando as suas energias?

Não sei o segredo do sucesso, da riqueza, da felicidade… O que aprendi é que focar nas coisas boas me faz muito bem.

by 

Conte pra si mesmo, agora: onde você tem focado as suas energias? Em coisas positivas ou batendo em ponta de prego, se machucando sempre? Tem tirado um tempo pra ser grato pelas pequenas coisas da vida, tipo acordar e ir à luta em mais um novo dia? 

Nas últimas semanas, tenho buscado ler mais sobre a lei da atração. Já li dois livros sobre o assunto só neste mês:

  • o primeiro é sobre o que pessoas milionárias costumam fazer no dia a dia;
  • já o segundo é voltado para a realização de planos. 

Mas, ó, juro que não virei coach e esse post não é nessa vibe. Sério. Continue aqui raciocinando comigo, por favor. 🙏

O FOCO 

Recentemente, instalei um plugin aqui no blog pra disparar no Twitter (segue lá!) posts antigos. Como ando naquela correria da vida, sem tempo pra panfletar meu cantinho, tive que automatizar algumas coisas. Tem dado certo!

Todo dia tiro uns minutos pra ver quais foram os posts publicados e já aproveito pra revisar o português, categorias e afins. Sabe o que percebi nesse processo inteiro? Eu estava focando nas coisas erradas! 

A maioria dos posts são lamentações por não ter um mozão, não estar realizado profissionalmente e não saber bem o que fazer da vida. Isso é típico pra adolescentes/jovens perdidos no mundo, né? Mas não pra minha atual fase!

Outra coisa que percebi é que desde que comecei a tomar medicação pra ansiedade, meu foco mudou e as lamentações diminuíram bastante. Obviamente, continuo querendo um amor, realizar os meus sonhos, manter as amizades… Mas as prioridades mudaram! 

Com o tempo, aprendi a me centralizar mais e a me ter como foco. Atualmente, antes de qualquer coisa, estou batalhando por mim e meus sonhos. A casa própria (ou apê lindão), dívidas controladas e vida profissional se tornaram algumas das lutas que não abro mão de forma alguma. 

AUTOCONHECIMENTO x ANSIEDADE

Não sei se foi a medicação pra ansiedade ou os milhares de livros sobre desenvolvimento pessoal. Ainda não descobri o que me fez mudar e me priorizar, mas tô adorando essa minha fase. De me amar, me bastar e canalizar energias pra realizar os sonhos que há muito tempo estavam engavetados. 

Agora, eu me conheço bem. Sei o que quero e como devo proceder pra chegar lá. Fácil não vai ser, mas há algo que motiva diariamente a acordar, abrir aquele sorrisão e partir pra mais um expediente de lutas e glórias, como já diria o nosso querido Chorão. 

Não foi só um remédio ou a leitura de um livro que me fizeram acordar, lógico. Mas essa combinação, junto com exercício físico, está me fazendo bem demais. 

Não sei o segredo do sucesso, da riqueza, da felicidade… O que aprendi é que focar nas coisas boas me faz muito bem. Tente fazer o teste aí. Pode ser que dê certo. 

7 comments

  1. vc sabe que torço pra que você conquiste tudo que você quer né? afinal você merece
    quero dizer que fico muito feliz que vc se tornou o foco da própria vida, isso é o mais importante e talvez seja a receita do sucesso num geral.
    a combinação de remédio + leitura + exercício com certeza ta te ajudando muito, mas o que mais importa nisso tudo é a força que tu tens

    beijosssss

  2. Oi, Adri!
    Quando a gente muda a chavinha e resolve focar mais em nós mesmos, a gente tbm muda a chavinha da responsabilidade. A culpa, que antes era do outro, passa a ser nossa – assim como o sucesso. Acho que esse é o grande ponto. Porque isso nos faz querer sair da inércia. Reclamar adianta? Nos tira do lugar? Não. A culpa disso é nossa? Sim. Então como posso mudar essa situação?! Trazendo o foco para a mudança.
    Fico feliz que esse processo tenha dado certo por aí.

    Um beijo,

  3. Olha, eu tenho muita dificuldade em manter o foco. Já fui diagnosticada com ansiedade, depressão, transtorno bipolar, e suspeita de TDAH também. O fato é que, independente de qual seja o meu problema, tudo isso prejudica muito a minha capacidade de manter um foco, de conseguir ser funcional e fazer as coisas no dia-a-dia. Mas, sei lá, com a terapia eu meio que tô aceitando isso, sabe? Eu não preciso ser perfeita, não preciso ter a rotina mais perfeita e organizada do mundo. Talvez eu só precise sobreviver ao fim da faculdade e depois adaptar minha rotina à minha realidade, e não me adaptar ao que o mundo pede.

    Medicação quebra um galhão, né? A terapia ajuda bastante, mas tem coisa que a medicação pega em cheio e ajuda bastante a gente no dia-a-dia!

    Beijinhos

    1. nossa, pra mim, a medicação é como uma benção. consigo viver sem ela, mas usando-a me dá uma paz de espírito maravilhosa.

      terapia, no momento, não cabe no meu bolso, mas é uma das minhas metas. autoconhecimento é sempre importante. <3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *