Estilo de vida alternativo

Quando fomos lançados ao planeta Terra, certamente todos os nossos caminhos já foram traçados. Sendo assim, não há muito com o que se preocupar. De…

by 

Quando fomos lançados ao planeta Terra, certamente todos os nossos caminhos já foram traçados. Sendo assim, não há muito com o que se preocupar. De qualquer forma, é inevitável a gente não se pegar pensando sobre o ritmo em que levamos tudo na vida, né? Eu, pelo menos, sempre estou pensando sobre esse lance.

Outra coisa que chama bastante atenção é a divergência de estilos de vida. Enquanto há aqueles preocupados com tudo (meu caso), existem também pessoas que só querem compartilhar um pouco da sua arte. Justamente sobre esse assunto, uma fotógrafa daqui de Araguaína resolveu fazer um ensaio sobre o estilo de uma gente bastante julgada/excluída pela sociedade: os hippies/folks.
A imagem acima, bem como o ensaio fotográfico disponível lá no Facebook, foi clicada pela fotógrafa Letícia Souza, bastante conhecida aqui em Araguaína. De acordo com a profissional, ela sempre teve curiosidade em saber como era a rotina dessas pessoas consideradas “diferentes” por a maioria da sociedade. “Sempre tive interesse em saber o porquê e o que levaram elas a viverem daquela forma [mudando de cidade o tempo inteiro, meio que nômades]. No fundo, eu sentia que era por questões de liberdade, de vivenciar o simples da vida”, afirmou.
Na maioria dos casos, os hippies saem pelo mundão justamente pra aproveitarem um pouco o que a vida tem a oferecer. Afinal, tudo passa tão rápido e, sinceramente, viver na mesmice é um saco. Acho que, diferente do que muitos pensam, eles não têm nada de loucos, e sim espertos.

¨O nosso objetivo é fazer com que, em meio a esse caos e stress do trânsito, possamos conseguir tirar um sorriso, levar algo positivo para as pessoas… Levar paz”: essas foram as palavras ditas por os hippies daqui da cidade à fotógrafa. <3
No fim, nosso destino é o mesmo e o que conta de verdade são as experiências que tivemos ao longo da nossa permanência por aqui. Queria eu ter coragem pra sair fazendo um mochilão pelo mundo… 

Pra quem se interessou pelo ensaio e o relato completo da fotógrafa, corre lá no Facebook da Letícia. Ah! Parece que vai ter um mini-documentário sobre os hippies também.

 Um beijo! 

30 comments

  1. meu sonho sair por ai vendendo arte e só vivendo um dia de cada vez, mas eu ia morrer de fome por que não sei fazer arte 🙁

    menina linda da foto <3

    entrevereviver.blogspot.com.br/

  2. Nossa que legal, nunca parei para entender a história deles, mas muito legal essa questão de ir aproveitar os momentos e levar alegria as pessoas, isso é muito bom, e muita esperteza.
    Porque como você mesmo disse, nós só ficamos nessa mesma mesmice, e isso faz com que mal aproveitamos a vida.
    Bjs

    jayhanadenardi.blogspot.com.br

  3. Adorei, Adriel!
    Sempre vi os artistas de rua (seja no transito ou na feirinha de artesanato) com os olhos da liberdade. Deve ser uma delícia poder viver a vida sendo quem você é, sem medo de repreensão.
    Um beijo!

  4. Oi, Adriel!
    Que legal você vir mostrar o trabalho da fotógrafa pra gente!
    Conheço muita gente com esse estilo de vida, até porque faço Biologia, e pessoas com esse estilo é o que não falta no meu curso. A diferença é que eles não são nômades, já que devem fazer a faculdade, mas sempre tentam viver esse estilo de vida mais liberal e sem preocupações, sem julgamentos, sem "fazer porque a sociedade diz que tem que ser assim"… acho legal, mas acho que não consigo ser assim, apesar de nutrir amizade com alguns desse pessoal, não conseguiria ter esse estilo de vida haha
    Beijoss
    vidaemmarte.com.br

  5. Eu também queria ter coragem e sair aí pelo mundo, deve ser uma experiência maravilhosa!
    Sempre achei essas pessoas livres e, sem dúvidas, devem ser bem felizes 🙂

  6. Adoro esse estilo de vida alternativo e dá pra ver que essas pessoas buscam mesmo é a liberdade de viver. Acho isso um máximo! Enquanto a gente tá se matando pra ter várias coisas materiais, eles tão felizes com o pouco que tem (com o que tem material né, porque a bagagem cultural deles deve ser uma coisa de louco hahah).

    Bjs
    oh, wow, lovely ❁

  7. Qualquer pessoa que viva fora dos padrões comuns da nossa sociedade é julgada de forma negativa.
    Mas eu admiro quem tem essa coragem.
    Lindo o ensaio, parabéns para a fotógrafa!

    Beijo

    ooutroladodaraposa.com.br

  8. Acredito que todas as culturas tem sua beleza, mas uma das que mais me chama a atenção são a dos hippies, tanto pelo estilo, quanto pela forma calma e linda de ver a vida que eles tem. As fotos estão muito lindas mesmo!
    Beeeijos <3
    Livros, Amor e Mais

  9. QUe legal, Adriel! Primeiro que as fotos dela são lindas, né? Adorei! E nossa, para mim eles é que vivem mesmo a vida! A gente fica tão preocupado com tudo (ainda mais os ansiosos) que deixa tanta coisa boa passar… Queria eu poder fazer mochilão também, seria tão legal! Vamos juntooooos Adriel hahahahaahah! Beijossss <3
    amandapaduan.com.br

  10. Apesar de me preocupar com tudo igual a você e viver na correria, é meu sonho passar um tempo assim… meio "hippie", sabe? Não to dizendo que eles não tenham preocupações, mas do meu ponto de vista, esse estilo hippie é um modo mais tranquilo de viver aproveitando tudo, é bem interessante.

    livrosamoremais.blogspot.com.br/

  11. Pessoas maravilhosas! Artistas são chamados de loucos por pensarem fora das caixas, mas só saindo delas é que temos evolução. Simplesmente adoro cada vez mais os temas das suas postagens, Adri! Temos que saber enxergar melhor os talentos alheios, se pensássemos que em cada um existe o começo de uma história de sucesso, talvez mais gente fizesse questão de fazer parte.

    SEMQUASES.COM

  12. Gosto muito do jeito de ver a vida deles e admiro a coragem de sair pelo mundo seguindo a sua filosofia.
    As fotos são lindas!
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

  13. eu sempre vejo eles por aqui por floripa, a maioria da argentina. acho bem interessante esse estilo de vida nômade, mas não necessariamente precisa ser "hippie", pode ser livre, econômico, cabeça aberta, mas pode ter "outra cara" e "outro jeito", sabe? gostei bastante de saber da história dela, tenho muita vontade de largar tudo e me jogar no mundo hehe
    a vida é uma só, né?


    beijos
    brilhodealuguel.com

  14. Oi Adriel!!
    Apesar de ser bem comum, também tenho essa curiosidade sobre a vida das pessoas "diferentes" rsrsrs. O trabalho da Letícia é muito bonito. Escolher uma vida mais tranquila é uma dádiva nos dias de hoje, né?!

    Bjos
    JuJu
    asbesteirasquemecontam.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.