Amor (im)possível?

Ouvindo Mcfly – Too close for comfort (aqui) Ainda estou na incerteza sem saber se será pra sempre ou não! Nem todas as juras de…

by 
Ouvindo Mcfly – Too close for comfort (aqui)


Ainda estou na incerteza sem saber se será pra sempre ou não! Nem todas as juras de amor que fizemos são capazes de responder as minhas perguntas… Ou melhor, dúvidas que só o meu coração conseguirá responder, ou não!

Às vezes me sinto um idiota querendo ter todas as respostas no momento errado, é que eu não aprendi a esperar, sabe? Sempre corri atrás de tudo, principalmente do que me interessa! Sei lá, depois que eu te conheci tudo mudou, a minha preocupação em relação a tudo simplesmente se transformou, passei a enxergar diferente… Parece que o que tapava meus olhos foi retirado e eu comecei a vê aquilo que fingia não enxergar.

Chegar até aqui não foi fácil, suportar essa dor que exala a minha alma é tão forte quanto o vento que sopra os meus cabelos! Sinto-me inseguro, mas acho que talvez chegou o momento de me declarar. Se esse nosso romance será pra sempre ou não isso só o tempo poderá dizer. Contudo, que eu estou te amando isso eu não posso negar.

Gosto de ficar lembrando o teu sorriso, do seu penteado de cabelo e como suas mãos são macias. Como eu queria viver ao seu lado, poder ouvir a sua voz (com aquele sotaque que só você tem). O problema não é a distância, com dois passos eu chegaria aos seus pés. A verdade é que nem eu sei o motivo de tantos questionamentos, tantas dúvidas!

Aquele seu olhar é tudo, mágico e penetrante. Quando você vem em minha direção e lança-o todo o meu corpo treme, confesso que perco a estabilidade, começo a tremer. Os seus beijos eu nunca provei, os seus lábios eu nunca toquei… Acredito que o amor vai além de beijos e abraços. O amor, na verdade, é a confiança entre dois seres que têm o mesmo intuito: amar e também ser amado.
Já não sei o que fazer a cada passo que dou te vejo! Novamente repito: se isso é amor? Não sei, mas sou feliz assim, sem a certeza de que tudo isso está acontecendo ou é devaneio da minha mente fértil!

Já não há tempo pra perguntas, nem pra respostas. Não há tempo pra indagações sem limites… Ame, isso basta!”

A resposta pode está aonde? No amor? Ó céus!

4 comments

  1. Oi, Rê. Que bom ler seus comentários por aqui!

    A verdade é que eu sempre quero mais do que posso ter, assim,necessito de respostas pra ter a certeza de que tudo dará certo, sabe?!

    Concordo contigo, viver e não se importar com nada!

    Obrigado pelo comentário! 🙂

  2. Oi, Lesly. É verdade, às vezes por puro medo criamos situações que talvez nem existam… Vou seguir a sua dica: amar sem medo de ser feliz! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.